Saulo Valley Press

"O Observador do Mundo"

Mundo se levanta em resposta aos massacres e a corrupção generalizada.

Deixe um comentário

Neste ano de 2011 milhares de pessoas de todo o mundo sairam e sairão ainda de suas casas para protestar. Isto significa que a situação já chegou a um limite insuportável. Os levantes diários e noturnos na Síria, Grécia, Brasil, Cuba, Venezuela, Portugal, e a maioria dos países árabes e europeus, ocupações em toda América do Norte e crescentes protestos na América do Sul. Isto não quer dizer nada?

Movimento Contra Corrupção - Copacabana - Saulo Valley - 12-Out-11

Por Saulo Valley – Rio de Janeiro, 14 de Outubro de 2011 – 19h46min.

A Organização dos Direitos Humanos tem sido vítima de ataques políticos que a tem deixado quase sem ação prática nas situações mais crônicas.  Em consequência a falta de respostas no momento em que povos do mundo inteiro mais precisam de socorro está causando milhares de mortes diáriamente.

O que faz com que líderes assassinos não sejam julgados quando cometem comprovados crimes contra a humanidade? Porque um presidente que mata milhares de pessoas, como foi o exemplo de Hafez Assad que matou mais de 30.000 manifestantes em menos de 15 dias foi, no máximo advertido e sancionado pelas Nações Unidas? Afinal a organização é das “Nações Unidas” ou “Clube de Líderes Ditadores e Assassinos“?

Com todo o respeito que temos pela Organização e a Igreja, se esta situação continuar a ONU vai ficar com menos poder e credibilidade que a Igreja Católica e o Papa juntos.

Movimento Contra Corrupção - Copacabana - Saulo Valley - 12-Out-11 - P1000750

As autoridades internacionais precisam assimilar os acontecimentos atuais e as suas causas. Também precisa perceber as suas consequências, caso não consigam decifrar a mensagem que hoje se escreve com sangue de civis fragilizados e desarmados. Muitas destas pessoas foram às ruas, enfrentaram seus líderes corruptos acreditando que de alguma forma a Organização de Direitos Humanos das Nações Unidas, o Tribunal Penal Internacional e a Anistia Internacional poderiam protegê-los se encontrassem legitimidade em suas revindicações. Eu testemunhei as primeiras conversas a respeito.

O levante da Síria consistia simplesmente em sair, reclamar, ser alvejado até que conseguissem provar a verdade sobre o terrível regime da família Assad, cujas verdades estavam escondidas por trás da parede espessa da mídia estatal, vigilância das comunicações, fronteiras, e câmeras instaladas por todos os lados do país. Pra se ter uma noção, o serviço secreto da síria sabe o nome de todas as pessoas que já participaram de passeatas no país. É por isto que as forças de segurança invadem as casas em busca deles.

É uma pena que se decepcionaram

Autor: Saulo Valley

Jornalista da Web, repórter, escritor, poeta, radialista, cinegrafista, fotógrafo, Videoprodutor, músico, compositor, modelador 3D, Mestre de Kung Fú e instrutor de Boxe Chinês. Os fatos mais atuais sob olhar analítico do "OBSERVADOR DO MUNDO". Acesse Saulo Valley Post in http://paper.li/f-1326286418 ou http://saulovalley.blogspot.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s