Fonte da imagem: eyeontheun

Um número impressionante. 200 políticos pedem demissão ao mesmo tempo que dissolvem o partido Baath da Síria. O partido que era Governista agora tem seus ex-militantes partidários da revolução.

Por Saulo Valley – Rio de Janeiro, 27 de Abril de 2011 – 21h15.

A agência de notícias “Reuters” foi a primeira a ser comunicada por uma nota endereçada exclusivamente a ela, sobre a dissolução do partido que militava desde 1963 (que aliás, era o mesmo partido de Saddam Hussein no Iraque), mas os massacres praticados desde a sexta-feira (22) tendo sido prolongado até hoje ainda, é que tem levado inúmeros funcionários do governo a mudar de opinião e de lado.

Fonte da imagem: timesonline.typepad

A crise que se iniciou na sexta, também atingiu os altos escalões da política mundo, partindo da demonstração pública de Barak Obama de que haja uma intervenção militar pra conter os massacres na Síria. CONTINUA…

Anúncios