Saulo Valley Press

"O Observador do Mundo"

Caso Wellington: Depois da revolta, opinião pública reavalia ódio ao agressor.

Deixe um comentário

Enterrado como indigente, Wellington Menezes “pós-morten” é ainda alvo de ódio de muita gente. Mas a julgar pelo bouquêt de flores deixado quase que anônimamente em seu túmulo na tarde de ontem e as mensagens encontradas por toda a web, percebe-se que as pessoas estão mudando de opinião.

Cova de Wellington Menezes recebe flores / Foto: Guilherme Pinto

  Por Saulo Valley – Rio de Janeiro, 24 de Abril de 2011 – 18h49min.

Com os sentimentos misturados, percorremos a internet tentando saber o que as pessoas sentiam e como conseguiam expressar este sentimento. Algumas perguntas e respostas vieram em forma de poema/desabafo.

“Sofrimento, angústia, dor, desespero e medo eram a tônica dos noticiários…” destacou o blog vithais

Hoje o sentimento é de tristeza,
de profunda perplexidade,
Diante da impotência,
da perda, da fragilidade… demonstrou o “
luso-poemas“.

“Nos olhos daquelas mulheres pairam um silencio capaz de comunicar 1000 palavras por minuto. Dor que não tem nome. Dor que não tem jeito. Dor que não tem remédio que faça parar de doer. Sepultar um filho é sepultar uma parte de si mesmo”…gabiguedesbbz

Sentimentos que apoderaram-se de toda a opinião pública como um todo, ao assistir ao vivo ou pelos veículos de comunicação, as 12 vidas covardemente retiradas ainda na adolescência.

Foto fonte: O Progresso

 A segunda reação foi a de buscar respostas. O Brasil começou a discutir e a reavaliar as histórias por trás das histórias na busca de entender o “porque” de tanta violência e insanidade…

Matou porque a dor é tanta,
Matou porque a dor é surda,
Matou porque a dor não para,
Matou porque a dor não muda… respondeu “
osiascanuto“.

perplexos, estudantes de Sepetiba buscam respostas Foto: Saulo Valley

Inúmeros grupos e especialistas começaram a discutir a realidade da vida na escola e fora dela. A mediocridade e hipocrisia de nossa própria sociedade, e como ela tem afetado nossos filhos.

“O psiquiatra americano Timothy Brewerton, que tratou de alguns dos estudantes sobreviventes do massacre de Columbine, que deixou 13 mortos em 1999 nos Estados Unidos, apresentou ontem no Rio estudo realizado pelo serviço secreto do país cujo resultado apontou que, nos 66 ataques em escolas que ocorreram no mundo de 1966 a 2011, 87% dos atiradores sofriam bullying e foram movidos pelo desejo de vingança.” O Estadão“.

“Caso Wellington de Oliveira tivesse sido avaliado na infância e recebido tratamento adequado, a tragédia na escola Tasso da Silveira, em Realengo, zona oeste do Rio, poderia ter sido evitada. A afirmação é do psiquiatra Timothy Brewerton, especialista em infância e adolescência e estudioso de casos de tiroteios em escolas, como a de Columbine, nos Estados Unidos, onde dois estudantes mataram 13 colegas em 1999, deixando 21 feridos.” “Diário de Pernambuco“.

Embora as pessoas envolvidas em bullying enfrentem o problema normalmente no ambiente escolar, um estudo divulgado nesta quinta-feira (21) mostrou que agressores e vítimas são mais suscetíveis ao convívio com a violência em suas casas. “midiamax“.

Fonte: sodahead

  No site noticioso “Extra“, comentários deixados por leitores no dia de hoje revelam grande mudança na avaliação do crime de Realengo:

“Wellington foi mais uma vítima da própria sociedade, racista e preconceituosa.” por “Fbraga”

“Descanse em paz Wellington….vítima da esquizofrenia…cometeu atrocidades…A saúde mental no Brasil é mal cuidada…Vê-se doentes mentais vagando pelo país inteiro…A família encaminhou-o para tratamento…Mas no Brasil …se o doente não quer….não é obrigado a se tratar…primeiro tem que agredir alguém… por “Aустро-Угарска”

 “Wellington, errou e errou muito, um erro sem perdão contra jovens inocentes. Mas a família deve ser para sempre. O negaram até na morte.Que um dia, ser for da vontade de Deus que seu espírito encontre a luz.” por “GE”.

Autor: Saulo Valley

Jornalista da Web, repórter, escritor, poeta, radialista, cinegrafista, fotógrafo, Videoprodutor, músico, compositor, modelador 3D, Mestre de Kung Fú e instrutor de Boxe Chinês. Os fatos mais atuais sob olhar analítico do "OBSERVADOR DO MUNDO". Acesse Saulo Valley Post in http://paper.li/f-1326286418 ou http://saulovalley.blogspot.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s