>

Fonte: metrolic.com

Uma angústia toma conta da cidade de Yamada, no Japão: Onde estão mais 13 Mil pessoas desaparecidas na tragédia de 11 de Março? Vivas? Mortas? Ninguém sabe dizer. 


Por Saulo Valley – Rio de Janeiro, 27 de Março de 2011 – 21h35min.

Nos abrigos são encontradas 4.290 pessoas. “Apenas” 429 corpos foram encontrados e a angústia é tamanha, que nenhuma autoridade local consegue expressar uma palavra…

Fonte: toledoblade

Um nó na garganta, enquanto lágrimas começam a umedecer o olhar. Uma voraz ansiedade de quem ainda sonha encontrar, com vida, a maioria dos habitantes da pequena cidade nipônica.

Na cidade devastada destacam-se as míseras residências que permaneceram longe das águas do Tsunami por terem sido construídas em terreno elevado. Muitos imóveis foram completamente destruídos pelo fogo logo após a passagem do Tsunami.

O Site “FT” disse que em Yamada havia poucas chances de se esconder do Tsunami. Para que as pessoas não sejam notadas como mortas sem estarem, a prefeitura preferiu classificá-las como “desaparecidas”, mas o site fala que muitas famílias inteiras desapareceram e não há quem reclame o sumiço de seu parente…

Fonte: iol.co.za

Os números oficiais anunciados neste domingo são: 10.668 mortos e 16.574 desaparecidos, mas segundo o “FT”, os desaparecidos de Yamada não estão contidos nesta lista. Na verdade há prospecção de 420 mil mortos. Há que acredite que sejam 200 mil. Mas todo mundo só tem uma certeza: ninguém sabe ao certo quantos morreram e quantos estão desaparecidos. A verdade é que talvez nunca seja conhecido.

Enquanto isto a parte da população que ainda sobrevive, reúne suas forças para vencer as dores do holocausto e tentar reconstruir a vida, embora a usina nuclear de Fukushima esteja ameaçando esta possibilidade.

Segundo o “RTE” disse hoje (domingo), “a radiação na usina disparou nos últimos dias: mais recentes leituras no fim de semana mostraram contaminação 100.000 vezes em água normal em no reator 2 e 1.850 vezes o normal no mar nas proximidades”.

Fonte: nationalpostnews

Um novo terremoto 6,5 seguido de alerta de tsunami aconteceu no fim do de hoje, mas ainda não há maiores informações. A esta altura, a unica construção que ainda permanece em pé e que requer muita preocupação é mesmo a Usina de Fukushima e as outras 18 usinas nucleares espalhadas por toda a orla japonesa.

Anúncios