Saulo Valley Press

"O Observador do Mundo"

>LIGHT: Conheça o problema de Sepetiba e saiba como resolver em seu bairro – Parte 1

4 Comentários

>

José Carlos – Média de 26,00/mês pula para 1763,92
Quem tem acompanhado as matérias postadas aqui sobre a crise energética em Sepetiba e a disputa pela devolução dos valores cobrados indevidamente à população, se lembra que as contas se descontrolaram à partir da instalação do novo medidor digital em Novembro de 2010.

Por Saulo Valley – Rio de Janeiro 27 de Março de 2011 – 12h11min.
Quando as novas medições começaram a valer, o susto e o desespero tomaram conta de mais de 60% dos habitantes do bairro, no Rio de Janeiro.
Pessoas que ganham um, dois ou três salários-mínimos, gastando em média de R$ 35,00 a R$ 200,00 por mês de energia elétrica, agora recebem contas com valores acima que vão de 100% a 1000% de aumento.
Procurando a LIGHT, as respostas eram automáticas para todos: “Verificamos a sua reclamação e consideramos improcedente”.

Em desespero, muito procuraram empréstimos consignados para tentar evitar o corte de luz, mas o número de pessoas que pagaram com sacrifico absurdo a primeira conta e se depararam com as 2, 3 contas seguintes com acréscimos ainda maiores, foram à completa loucura!
Marcos – Acessor do Prefeito E. Paes

Em um comício anunciado de que o Prefeito Eduardo Paes estaria no Bairro para a inauguração de 2 quarteirões urbanizados, os moradores buscaram ajuda da equipe do gabinete do Prefeito e o Acessor, Marcos se comprometeu a marcar um encontro entre representantes da comunidade e a diretoria da empresa.

Duas semanas depois a reunião estava marcada e aconteceu na sexta-feira dia 18 de Março.
Na reunião, além dos diretores técnicos da LIGHT, o Marcos, Acessor do Prefeito Eduardo Paes e 6 representantes do bairro de Sepetiba inclusive com acompanhamento do Advogado Leonardo, que tem apoiado a população desde o início, acumulando mais de 250 processos contra a cobrança indevida da LIGHT. 

Por fim, foi decidido que a LIGHT enviaria uma Unidade Móvel em um mutirão de equipes de manutenção iria buscar solucionar o problema.
Nas primeiras horas do atendimento, a equipe da LIGHT no local alegava que o equipamento era 100% confiável e que mais de 80% dos casos estariam corretos, até que com o esforço de várias pessoas, conseguimos levar até a Praça Oscar Rossim, centenas de pessoas que exibiam contas com valores absurdos, por exemplo:
Dona Maria Augusta recebeu uma conta com valor de R$ 31,13 em Janeiro, valor zerado R$ 0,0 em fevereiro e em Março o valor é de R$ 1970,19.
No decorrer da semana, muitos usuários com contas acima de mil reais apareceram e inclusive com a luz cortada, mesmo depois do acordo e do (acredite) PARCELAMENTO DA DÍVIDA!
Convencidos de que a situação não era como acreditaram, mas em dar o braço a torcer, a equipe da LIGHT encerrou o atendimento móvel em Sepetiba na Sexta-feira (25) às 16h00, com um grande número de medidores para visitar nesta semana seguinte.
Após comprovada irregularidade nas cobranças, a loja Santa Cruz, de atendimento ao Consumidor da Light recebeu ordens de prestar atendimento diferenciado para a população de Sepetiba, recolhendo todas as reclamações para serem analisadas individualmente.
Após a visita da Light nas residências, o parecer técnico é enviado para a equipe que analisa as reclamações para tomar providências.
Agora, o tempo de resposta já chega a 30 dias de espera por uma solução da empresa, mas até que tudo seja resolvido, nenhum fornecimento de energia elétrica poderá ser cortado e ninguém que procura as agências da Light em todo o rio de Janeiro para reclamar das cobranças abusivas terá obrigação de pagá-las.
Ainda espera-se que a equipe jurídica da Light tente dizer para a maioria, que a cobrança está correta. Mas daqui pra frente a Justiça será a unica solução plausível, já que eles não aceitam conversar, apenas defendem seus próprios interesses.

Um deles é que a empresa declara ter gasto 14 milhões na instalação deste equipamento no Bairro de Sepetiba e que só consegue arrecadar 40% deste valor, em cobranças.

Motivo este maior ainda para se acreditar que tudo o que está ocorrendo tenha sido planejado para que a empresa consiga se capitalizar novamente.

Outra explicação que pode confirmar esta suspeita é que as cobranças indevidas que não são resolvidas judicialmente, não têm a diferença devolvida em dinheiro, mas sim através do desconto nas próximas cobranças.

Isto na prática é um empréstimo tomado à força e sem a incidência de juros.

Dentre as pessoas que muito ajudaram na busca de solução para o bairro, posso destacar:

Keyla – (Líder do movimento desde o princípio conseguiu apoio da Igreja Católica de São Pedro e das congregações bem como o Centro Comunitário de Sepetiba).

Adilson – A Arte dos Cães (utilizou carro de som para informar a comunidade sobre a Unidade Móvel da Light).

Willian Coelho – (utilizou carro de som para informar à comunidade sobre a Unidade Móvel da Light, também emprestou imóveis para acolher a população que buscava orientação do advogado, o Dr. Leonardo).

Saulo Valley – (reportagens, gravação dos CDs com as chamadas para o carro de som, publicações na web, aviso de boca-a-boca em contato direto com os moradores e divulgação nas redes sociais).

Além dos parceiros desta dura empreitada: Sérgio e Ailton, que participam de todo o processo desde o início, ajudando e orientando a população.

Outras pessoas participaram mas nem todas tiveram contato comigo, então não sei dizer em que área atuaram. Obrigado à Rede Brasil que esteve no local e a todos os que apóiam esta batalha pelos direitos de todos!

Autor: Saulo Valley

Jornalista da Web, repórter, escritor, poeta, radialista, cinegrafista, fotógrafo, Videoprodutor, músico, compositor, modelador 3D, Mestre de Kung Fú e instrutor de Boxe Chinês. Os fatos mais atuais sob olhar analítico do "OBSERVADOR DO MUNDO". Acesse Saulo Valley Post in http://paper.li/f-1326286418 ou http://saulovalley.blogspot.com

4 pensamentos sobre “>LIGHT: Conheça o problema de Sepetiba e saiba como resolver em seu bairro – Parte 1

  1. e ola moro na sao tarciso proximo ao numero 1777 as obras estao de morando de mais parece que nao vai mais terminar tem muita poeira eles estao cavando o chao e nao trabalham

  2. na sao tarsiso tem um carro com o som muito auto nao deixa nimguem dormir

  3. Minha conta de luz era de 200$, e no mês de janeiro e fevereiro, veio zerada, em Maio veio o valor de 2.068$ e a mensalidade de 665$. já fizemos a reclamação junto a Ligth e nada foi resolvido. é agora??? recorrer a justiça??

    • Oi Raquel!

      A light tem um método de atendimento péssimo e mesmo assim só funciona na justiça. A vantagem da cobrança indevida é que ao ser comprovada a Light será obrigada (em juízo) a pagar o dobro do valor cobrado erradamente. Mas a má notícia é que a conta precisa estar paga. Procure sim um advogado com experiência e competência. Se pagar a causa é ganha! Boa sorte e obrigado pelo comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s