>

O título de “O Açougueiro de Trípoli” ou “O Carniceiro de Trípoli” são os termos mais usados quando se refere a Muammar Kadafi. A situação vai piorando no país. Os bombardeios continuam com intensidade ainda maior apoiando os massivos ataques marítimos e terrestres.

A OTAN já poderia ter imputado uma intervenção militar mas  a Turquia é o único país Árabe que recusa a intervenção, bem como o embargo aéreo, afirmando que a situação seria completamente desfavorável.

Enquanto isto, Muammar “Açougueiro” Kadafi ganha tempo para eliminar as forças libertárias  anti-opressivas da ditadura quarentona do coronel Líbio.

Segundo Mar Mustafa Jahan do site Árabe Moheet, Kadafi havia sido avisado que tudo que todo o esquema sujo usado para derrubar Saddam Hussein no Iraque, seriam utilizados contra ele e contra Omar al-Bashir.

Omar Mukhtar Mujahid

Esta informação teria lhe causado um aprofundamento de sua conhecida paranóia, diz Jahan.
A boa notícia é que um processo contra Muammar Kadafi já está em tramitação pelo Tribunal Penal Internacional desde o dia 26 de Fevereiro, com bloqueio de seus bens e viagens. A processo tem base na resolução de 1970 e está embasada no fato de Kadafi atacar seu próprio povo.

O anúncio de que a família Kadafi atacaria sem cessar, não poderia espantar o povo líbio que tem o grande Omar Mukhtar Mujahid como fonte de inspiração. “Ele nunca vai ceder a ameaças, especialmente depois de derramar o sangue de dezenas de seus filhos nas mãos de mercenários estrangeiros,” afirmou Mustafa Jahan.

Anúncios