>


O Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) declarou ilegal, o governo de Muammar Kadafi, destacando o que considera “crimes cometidos contra civis, usando armas pesadas e munição, bem como o recrutamento de mercenários estrangeiros, resultando na queda de grande número de civis inocentes”.


Por Saulo Valley – Rio de Janeiro – 18h50min.

O CCG também destacou que estas ações constituem “grave violação dos direitos humanos e direito humanitário internacional”.

Sexta – feira, 11 de marco de 2011, última atualização 00h26min (GMT 0400)

Segundo a CNN Árabe, Ele (CCG) elogiou o Conselho de Ministros, de acordo com uma declaração emitida na conclusão da sua reunião na capital saudita Riad, na noite de quinta-feira, “as iniciativas dos países do CCG para prestar assistência humanitária ao povo irmão líbio, especialmente os mais afetado pelos acontecimentos atuais”, esperando que “a segurança e a estabilidade prevalecer ao longo deste país irmão”.

Ministros indo para a reunião do Conselho – Aljazeera

A entidade pediu que o Conselho Ministerial da Liga dos Estados Árabes “assumam as suas responsabilidades para tomar as medidas necessárias para deter o derramamento de sangue, e alcançar as aspirações do povo irmão da Líbia, e estudar maneiras de conseguir isso, inclusive estendendo o convite para a Segurança da ONU, para impor um embargo aéreo contra a Líbia, para a proteção dos civis“.

Segundo ainda a CNN Árabe, a reunião aconteceu em Riyadh, liderada pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros dos EAU Sheikh Abdullah bin Zayed.
A declaração disse que “a evolução da situação atual árabe, o Conselho de Ministros saudou a transição pacífica de poder na República Árabe do Egito, e o respeito a escolha do povo e da vontade do cidadão egípcio”, como citado pela agência oficial de notícias SPA
.

Violência


Como uma máquina completamente fora de controle, as forças pró-Kadafi matam cegamente. Enquanto alguns tentam se manter dentro das regras, outro grupo bem maior faz vista grossa quanto aos direitos civis e humanos de cada pessoa, levando-se em conta o fato de que muitos destes “soldados” são assassinos profissionais contratados para ELIMINAR a oposição a Kadafi.

Homens sem escrúpulos sendo liderados pelos filhos sanguinários de Kadafi. Não há possibilidade da situação não piorar.

Em entrevista hoje à Reuters, Saif Al-Slam afirmou que a Líbia está preparando um ataque maciço para ESMAGAR a oposição de forma global sem recuo, mesmo que as forças internacionais intervenham no conflito“.

Ele ainda salientou: “É hora da libertação. É hora de mudar. Estamos nos movendo agora”.

Este aviso já dá uma ampla visão do que acontecerá após a visita de Kadafi ao exterior.

Significa que para este derramamento de sangue não tornar-se um “dilúvio de sangue”, Muammar Kadafi e seus filhos precisam ser eliminados, pra que milhares de vidas sejam poupadas, até mesmo dos líbios que lutam enganados por Kadafi e os “pobres mercenários”, estes zumbis cujo sentimento pela vida lhes foi amputado. Frias máquinas de morte.

Na minha percepção, Kadafi está planejando surpreender o mundo.

Numa rede social, um psicólogo do Ministério da Saúde em Brasília perguntou se era possível um PSICOPATA SUICIDAR-SE:


 Respondi que: 


Psicopatas são egocêntricos, e que se o mundo imaginário deles estiver prestes a desabar de forma que sofram o que entendem como humilhação, certamente antes ou durante a sua morte, procurarão fazer com que sua derrota seja inesquecível. Apoteótica. Um “boom” em requinte de crueldade, de forma que as pessoas sintam-se culpadas ou marcadas pelo resto de suas vidas.


Este é o momento para que o mundo acelere o que tiver que ser feito. Na semana que vem poderemos estar chorando e lamentando pela lentidão dos nossos movimentos e percepções. Kadafi está louco e levará o mundo à loucura. 

NÃO PAGUEM PARA VER!
Anúncios