>

Amir e Lula acordão esquema fraudulento

  O ex-presidente Luis Inácio da Silva enfrenta sua primeira acusação criminosa após o cumprimento do seu segundo mandato como presidente da República Federativa do Brasil.


Por Saulo Valley – Rio de Janeiro, 25 de Fevereiro de 2011 – 10h11min.

  Caso de fraude e uso de dinheiro público e a máquina administrativa para promover o Banco BMG.

  Segundo o Ministério Público, Lula e o ex-ministro da Previdência Amir Lando, são acusados de utilizar a máquina pública para organizar e enviar mais de 10 Milhões de cartas para os aposentados e pensionistas, propagando o empréstimo a baixos juros pelo banco BMG.

  Os promotores entenderam que as cartas só foram enviadas com fins de propaganda, elogiando a lei recém aprovada e incentivando o pedido de empréstimo ao Banco BMG.

  O Ministério Público quer a devolução dos R$ 9,5 Milhões de Reais gastos no envio destas cartas em 2009, logo após a aprovação da Lei de Empréstimo em Folha a Aposentados, Pensionistas e Funcionários Públicos.

  O gabinete do ex-presidente disse que Lula está viajando e que só irá pronunciar-se depois que seus advogados analisarem o processo.

Anúncios