>

Foto: FP Arquivo.
   O ex-ministro da Justiça Líbio MustafaAbdel-Jalil, renunciou ao cargo para unir-se aos manifestantes que lutam peladerrubada do Governo Kadafi, no poder a 41 anos.  Em entrevista ao tablóide sueco “Expressen”, ele revelou que a explosão por bomba no vôo 103 da Pan Am, que ocasionou na morte de seus 243 passageiros, 16 tripulantes e outras 11 pessoas, que estavam no solo em 1988 na cidade deLokerbie na Escócia, foi ordenado pessoalmente pelo ditador Muammar Kadafi.
Por Saulo Valley – Rio de Janeiro, 24 de fevereiro de 2011 – 06h53min. Atualização as 09h15min.
Ele disse afirmou ter prova concreta sobre “Lokerbie”, sem revelar a prova.
Ele informou ao Expressen que Abdel Baset al-Megrahi, o único que fora condenado pelo atentado,recebera ordens diretas de Khadafi, que o protegeu até a volta para a Líbia em2009, quando fora recebido como herói!
Al-Megrahi que havia sido condenado pelo atentando, mas foibeneficiado com a liberdade após comprovado “Câncer de próstata terminal”, estávivo até hoje, afirmou o ex-ministro.
Segundo ele, a tragédia de Lokerbie é o maior incidenteterrorista de origen líbia que os Estados Unidos têm conhecimento, mas muitosoutros atentados foram ordenados e patrocinados pelo Governo da Líbia.
Destroços do Boeing 747-121

Mesmo tendo ciência de que Khadafi havia ordenado omassacre, os EUA renovou sua aliança com a Líbia pouco tempo depois.

Khadafi indenizou as vítimas do vôo, mas nunca assumiu quefora o mandante das mortes, informou o FP.
Anúncios