Saulo Valley Press

"O Observador do Mundo"

>GUERRA de Preah Vihear: A fé que DIVIDE thailandeses e cambojanos

Deixe um comentário

>

Esta antiga história veio evoluindo desde o início da era Alemã, no ano 800D.C.  Com o passar do tempo veio sofrendo pequenas modificações, mas nofinal, tudo voltou a estaca zero.

Por Saulo Valley – Rio de Janeiro, 08 de Fevereiro de 2011 – 10h38min.

Segundo historiadores alemães, em 1962 a Corte Internacional de Justiça em Haiachegou à conclusão de que:  “O templo de Preah Vihear situa-se noterritório sob a soberania do Camboja”.

O problema era que o Templo foi apresentado com sendo cambojano, mas oterritório ainda permanecia sendo disputado.

Ressaltando que tudo isto está escrito, e que podemos citar as palavras dosacordos finais negociados pelo ministro sênior Sok An com representantes daTailândia e da UNESCO, pouco antes da reunião decisiva do “Comitê do PatrimônioMundial em Julho de 2008”, que anunciou o templo como PatrimônioMundial.

Segundo descreve o documento, tudo foi acordado “num espírito deamizade e cooperação, num espírito de boa vontade e de conciliação” – comoé descrito no documento final apresentado antes do tratado oficial de 2008.

Mapa do Comunicado Cambojano Conjunto – 22-5-2008

Em 27 de Julho de 2010, um grupo tailandês nacionalista reuniu-se diantedo prédio da UNESCO rejeitando o documento assinado em 1962. 

Daí pra cá, freqüentes disputas tem vindo  à tona, gerando novostratados e novas contestações tempos mais tarde.

Dias atuais

Esta é a primeira vez que os conflitos duram mais que um dia. Os tiroteios tiveram início no dia 04-02-2011.

Confrontos entre tropas da Tailândia e do Camboja sobre uma área disputadaem torno do templo hindu Preah Vihear continuam pelo quarto dia nafronteira entre os dois países.

Bombardeios e tiros são ouvidos na região de conflito, durante a madrugada.

O governo Tailandês desmente sua participação nos tiroteios, mas testemunhastem comprovado o caos que foi gerado na região.

Por motivo de segurança, centenas de pessoas foram retiradas de suas casas esão mantidas em abrigos mais afastados da zona de conflito, até que a paz voltea reinar.

Enquanto isso, Ban Ki-moon, o secretário geral da ONU, pediu “máximacontenção” para que cessem as hostilidades, que já deixou pelo menos cincopessoas mortas, informou a Aljazeera.

Estes confrontos têm sido os mais violentos desde que Preah Vihearrecebeu o status de Patrimônio Mundial da ONU em julho de 2008. Daí pracá, esporádicos conflitos têm sido desencadeados na região.

Segundo a Aljazeera, o templo tem sido danificado deste o domingopassado,  pela artilharia tailandesa. O Governo do Camboja, afirmou queuma ala do edifício está em mau estado, em conseqüência.

As autoridades tailandesas negando os ataques, alegando que não passa depropaganda negativa do governo do Camboja

“O templo, conhecido como Preah Vihear, no Camboja eKhao Phra Viharn na Tailândia, senta-se em terra que forma uma fronteiranatural e tem sido uma fonte de tensão para as gerações.

O Tribunal Internacional de Justiça concedeu ao Camboja em 1962, mas adecisão não determinou a posse do matagal ao lado das ruínas, deixandoconsiderável margem para discordância”. – Aljazeera.net.

Autor: Saulo Valley

Jornalista da Web, repórter, escritor, poeta, radialista, cinegrafista, fotógrafo, Videoprodutor, músico, compositor, modelador 3D, Mestre de Kung Fú e instrutor de Boxe Chinês. Os fatos mais atuais sob olhar analítico do "OBSERVADOR DO MUNDO". Acesse Saulo Valley Post in http://paper.li/f-1326286418 ou http://saulovalley.blogspot.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s