>

Por Saulo Valley – Rio de Janeiro, 26 de Janeiro de 2011 – 22h10min.

Enquanto os Estados Unidos sofre com as atividades do Wikileaks, nós aqui no Brasil dispensamos o tráfico de informações classificadas como secretas e nos unimos em campanha pela democratização da memória do nosso povo! Assim como o ex-presidente Lula, quando em exercício de seu mandato apoiou a liberação dos documentos divulgados pelo Wikileaks, esperamos que a Presidenta Dilma Roussef, que se diz sua fiel seguidora e aluna disciplinada, dispense a atenção necessária e valorize este direito do povo brasileiro que é mais do que justo!

O texto à seguir foi publicado pela OAB, na página oficial da campanha.

“Nós, abaixo assinados, apoiamos a Campanha pela Memória e pela Verdade, desenvolvida pela OAB/RJ, em defesa da abertura dos arquivos da repressão política no período da ditadura militar.

Nós, abaixo assinados, consideramos que é direito das famílias dos desaparecidos conhecerem o destino de seus entes queridos.

Nós, abaixo assinados, estamos convictos de que o conhecimento pleno do que ocorreu nos porões da ditadura durante os chamados anos de chumbo é importante para se evitar a repetição da barbárie. Um país que não conhece sua História está fadado a repetir os erros.

Por fim, esperamos que as autoridades do Executivo e do Legislativo, a quem se destina este documento, determinem as providências necessárias para que seja dada publicidade aos arquivos, criando assim as condições para uma verdadeira reconciliação nacional.”

APÓIE ESTA IDÉIA! http://www.oab-rj.org.br/forms/abaixoassinado.jsp

Anúncios