>

Por  Saulo Valley – Rio de Janeiro – 16 de Jan  2011 – 14h34min. Atualizado as 17h49min.

O caso veio à público no dia 10 deste mês.
David Pitchford entrou com pedido indenizatório de US$ 150.000.000,00 pordanos físicos e a punição dos réus.  No embate, torna-se difícil de sesaber, qual a publicação é mais nociva; Se os cabos diplomáticos, ou a escritado espertinho. Esta última tem provocado estresses até nos repórteres da “NBCMIAMI“que tentam divulgar a notícia.

Segundo ele, desde que acessou aos cabos diplomáticos classificados publicadospelo Wikileaks, tem tido diversos problemas de saúde. “Ele alega estar sofrendode “graves ferimentos pessoais”, incluindo um “agravamento” da “demandantehiper tensão,”“ depressão “e” distress”, e que ele tem vividoem” constante medo de ser atingidos por outro ataque cardíaco ou acidentevascular cerebral e, como resultado do exposto “e” medo de estar àbeira de uma guerra  “Nucliar”.

O cara ainda explica na ação que tem medo que os EUA fiquem sem dinheiro porcausa da publicação diplomática dos cabos confidenciais que vazaram através daorganização do ativista australiano, diminuindo assim os benefícios do Medicaid,plano de saúde do qual ele depende.

David Pitchford afirma ser residente de Miami, mas apresenta um endereço deum trailer estacionado a oeste de parque público.

Ele está pedindo US $ 100 milhões de “dólares” em danoscompensatórios, US $ 50 milhões em danos punitivos, e que Wikileaks e Assangesejam ser responsabilizados pelos custos de sua batalha na justiça.

O DETALHE É QUE O MALANDRO JÁ TENTOU APLICAR O MESMO GOLPE CONTRA O BINLADEN, QUER SABER? ENTÃO CONTINUE!

Publicado em: 15 de novembro de 2001

Embora os americanos vão sempre recordar 11 de Setembro com espanto, raiva etristeza, 07 de outubro é a data em que o medo bateu na casa de DavidPitchford. Sua única filha, Katie Lee, voltou após quatro anos distantes,naquele dia, e Pitchford, sua esposa e vários amigos estavam comemorando nacasa de Stuart.

Ao meio-dia, os Estados Unidos iniciaram bombardeios no Afeganistão, Osama BinLaden, respondeu através de um pronunciamento transmitido (pré-gravada) pelaAl-Jazeera, uma estação de notícias baseado em satélite do Qatar.

Bin Laden disse – e eu estouparafraseando aqui – que os ataques que virão, não serão como o que aconteceuem 11 de setembro, e que o mal acontecerá a cada homem, mulher e criança nosEstados Unidos“, recorda Pitchford:

Eu pensei, eu vou fazer alguma coisa. Eu não sei o quê, mas eu voufazer alguma coisa. Eu não vou desistir do meu país para a minha filhinha. Elavai ter um país seguro”.

Durante a comemoração da chegada de sua filha, Pitchford, que não vive longedo Aeroporto do Condado de Martin, ouviu o que ele acreditava ser um aviãoagrícola no ar. “Isso assustou o inferno fora de mim”, disse ele,depois faz uma pausa e considera o fato de que suas palavras serão publicadas.”Eu não posso imaginar o Bin Laden mandar alguém aqui para entrar em umavião para vir me ver, mas eu não acho que eu gostaria que escrevessem que nósestamos na proximidade de um aeroporto.”

Os acontecimentos desse dia iriam  colocar Pitchford por cima. Váriosdias depois, ele chamou seu amigo, David Bruner, e propôs uma ação judicialcontra Bin Laden no tribunal civil por US $ 1,1 trilhão. Bruner aceitourapidamente a idéia.

A denúncia, que Pitchford fez juntamente com Bruner em 15 de outubro de 2001foi arquivada na Corte Federal em West Palm Beach. Ele acusava Bin Laden e AymanAl-Zawahiri do assassinato de mais de 5000 pessoas no World Trade Center e noPentágono e de tentar roubar um avião de pulverização da BelleGlade, no Aeroporto Municipal, a cerca de 30 quilômetros asudoeste de Stuart.
 O documento de seis páginas afirmaque o dia “07 de outubro de 2001”ameaçou reacender seus medos de infância da Guerra Fria, quando meninos, foi ensinada a técnica “Duck and Cover” a Pitchforde Bruner,  para sobreviver aosataques nucleares.

Por medo, Pitchford diz que tem construído um abrigo paraproteger sua filha de um ataque químico, e Bruner afirma que ele tem reforçadoum abrigo antibombas construído por seu pai. A ação pede por US $ 100 bilhõesem indenização e US $ 1 trilhão em danos punitivos.

Por Olson Wyatt – browardpalmbeach.com

Anúncios