Saulo Valley Press

"O Observador do Mundo"

>NATAL NA IGREJA DA PENHA 2010 – A PAZ devolvida a 410 mil moradores

Deixe um comentário

>
Vila Cruzeiro – Rio de Janeiro  Por Saulo Valley 08:50

O ano termina com uma grande surpresa para os moradores dapenha, nos arredores da Vila Cruzeiro, complexo de favelas do Alemão.Uma madrugada de muita chuva, seguida de um dia quente e temperatura agradável.Não é preciso sair caminhando para encontrar uma tropa militar. Soldados daBrigada Pára-quedista, se revezam na guarnição da região. 
Lá em cima, no altoda pedra, a famosa Igreja da Penha exibe novamente o seu brilho e o orgulho deestar fora da zona de risco das balas perdidas oriundas das infernais guerrasdo tráfico. Libertação esta, que se deu no dia 28 de Novembro de 2010 quando forçaspoliciais conjuntas entre Polícia Militar, Civil e a Marinha do Brasil, sendoapoiadas, dias depois por todas as forças armadas.
Na Igreja da Penha, uma grande festa com muitos artistas, ea cobertura completa pela Rede Globo de Televisão que, aliás, nunca levoutantos equipamentos pesados para a região que era de total risco…
No dia 24 às 0: h, o Arcebispo do Rio de Janeiro, Don OraniTempesta celebrou a tradicional Missa do Galo, na Catedral do Rio de Janeiro, no Centro.
No dia 25 houve a Missa Solene de Natal do Nosso Senhor JesusCristo, por volta das 09h30min. Os fiéis ganharam confiança e força extrapara subir as escadarias e chegar até o santuário. O tema do evento era: “Paz Neste Natal e Para Sempre No Rio”.
A cerimônia foi testemunhada por cerca de mil fiéis.  Ao final da festa, uma linda paisagem, numclima de total segurança e de paz. Eu estava caminhando pelas ruas e pude ouviras pessoas dizendo: “Este cara está andando com filmadora na rua… ele émaluco!”
 
Felizmente era o meu momento de gravar realizar lindastomadas, registrar aquela manhã tranqüila e feliz para mim e para mais de 410mil pessoas.
Os Soldados estavam bastante cansados e comentavam sobre aquantidade de dias que permanecem em prontidão. Conversamossobre a invasão e ainda tive a oportunidade de gravar um soldado rezando dentroda igreja, abraçado com seu fuzil.
Na volta, já que ninguém é de ferro, desci de bondinho,acompanhado (coincidentemente) por uma tropa, e turistas.

Como na foto ao lado, várias famílias fizeram suas ceias do dia 24 nas calçadas de suas casas e no dia seguinte continuaram a festa, com a maior segurança. 

   Ainda pude apontar a minha câmera para acomunidade e filmar o cotidiano de muitas pessoas. Esta atitude em outra épocaresultaria numa rajada de tiros na minha direção. Felizmente é passado e todosnós tivemos um inesquecível Natal!

Autor: Saulo Valley

Jornalista da Web, repórter, escritor, poeta, radialista, cinegrafista, fotógrafo, Videoprodutor, músico, compositor, modelador 3D, Mestre de Kung Fú e instrutor de Boxe Chinês. Os fatos mais atuais sob olhar analítico do "OBSERVADOR DO MUNDO". Acesse Saulo Valley Post in http://paper.li/f-1326286418 ou http://saulovalley.blogspot.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s