Saulo Valley Press

"O Observador do Mundo"

>MORRO DO ALEMÃO: O GRANDE BURACO NA ESTRATÉGIA DE INVASÃO

Deixe um comentário

>

A operação foi finalmente muito INTELIGENTE, mas não o suficiente.

Por Saulo Valley – Atualização em 09 de Janeiro de 2011 – 16:45
Primeiramente quero dizer que em praticamente nenhuma vez nestaoperação, o termo COMUNIDADE foi usado e sim FAVELA. Significa que naquelemomento as pessoas não queriam mais continuar com aquele cinismo ridículo ehipócrita de adotar um nome que disfarce o grau de abandono e degradação dolocal e das pessoas que por lá vivem.
O termo FAVELA é usado no mundo inteiro, na África e no Brasilprincipalmente, pela comunidade internacional. Tenho amigos russos e armenosque sonham conhecer a FAVELA CARIOCA mais do que COPACABANA! Quem sabe agorapossam? Não é vergonha morar em FAVELA EU JÁ MOREI 4 VEZES ENTRE A INFÂNCIA E A JUVENTUDE.
VERGONHA É PARA GOVERNO BRASILEIRO PERMITIR UMA EXPANSÃO TÃOABSURDA A PONTO DE CHEGAR AO TAMANHO QUE CHEGOU!
Mais de 80% da Zona Norte foi tomada em menos de 15 anos. Só eufiquei 11 anos fora, quando voltei mal consegui acreditar no que estava vendo!
Voltamos ao ALEMÃO.
…As câmeras de longo alcance, a utilização dos blindados damarinha, o extenso efetivo de soldados completamente monitorados, tudoperfeito! Até o incidente da cobertura à longa distância pela TV, em redemundial, parecia parte do plano! O BRASIL conseguiufazer o que a RÚSSIA diz não ter condições: de participar da MODERN WARFARE (aguerra moderna é a monitoração de cada soldado em tempo real enquanto ele semantém equipado com muitos aparatos tecnológicos). Provou que um país emsituação de conflito não precisa de ajuda de mercenários de empresas privadas,nem de se vender para países ricos!

Rota de Fuga
O General chinês Sun Tzu do período 500 antes de Cristo disse oseguinte:
“Sempre que você encurralar o inimigo certifique-se de deixaruma rota de fuga, caso contrário ele lutará até a morte…”
Seria um gigantesco massacre se os bandidos fossem encontradosdurante a ocupação do Morro do Cruzeiro! Outro princípio importante é que”Toda AÇÃO requer uma REAÇÃO”.
A incursão na FAVELA do CRUZEIRO exigia uma reação à altura, eeles obviamente tinham o conhecimento ESTRATÉGICO do que as forças de combateao crime organizado estavam se utilizando.
São protocolos. Padrões que são ensinados em colégios militares.Com o SERVIÇO MILITAR OBRIGATÓRIO, QUALQUER UM PODE APRENDÊ-LOS!
O BANDIDO já vive na miséria e no submundo. Para pessoas comuns, oviver do modo que eles vivem é abaixo do subumano. É uma condição que sesujeitam desde quando ingressam, pouco tempo depois de descobrir que a glória,a riqueza, as mulheres e os carros importados não virão!
Dentre os obstáculos deixados no morroCRUZEIRO, um em especial me chamou a atenção.

Ao observar que a polícia ia subindo, eles iam improvisandobarreiras, que obviamente teriam detido a polícia (como nos últimos 10 anos).Mas para surpresa do tráfico organizado, os blindados da Marinha do Brasilestavam chegando… Então o PLANO B entra em ação:
Certas “barreiras” não seriam mais de contenção, seriamrotas de FUGA?
Em caso de uma guerra: O que você faria se soubesse que TODAS assuas ações eram OBSERVADAS E GRAVADAS DO ALTO PELO INIMIGO?”
Resposta: Viveria debaixo do chão.
Sim. Enquanto pode-se viver comoser humano, se vive; então aproveitaram para fugir pela parte de traz do morro(isto não é novidade), enquanto a polícia lutava contra as barreiras. Maspode-se perceber que na fuga pelos FUNDOS da FAVELA não havia a metade doesperado, significa que a outra metade já havia VA-ZA-DO… Quando chegaram aoAlemão, baixaram as armas e caminharam tranquilamente.
Queimaram pneus para encobrir o GRAN FINALE:
A FUGA EM MASSA!
Possivelmente tenham se utilizado de civis que acenavam pelasjanelas, atraindo as atenções das câmeras, ainda aproveitaram o troque derecolher para os militares.
Assistam aos vídeos que a TV gravou mostrando a transposição dosobstáculos mais difíceis e observe os buracos. As enormes placas de cimento queantes cobriam as águas pluviais estavam à mostra.
Seria impossível passar SOBRE eles, sem os blindados da Marinha.Dalí pra frente a polícia não encontraria mais nada, APENAS CHAMARIZES!
Enquanto a polícia seguia morro acima, eles seguiam esgoto abaixo!Lembrem-se: eles já vivem no submundo. Lá embaixo, um monte de militarestirando fotos e acenando para as câmeras. Ligando para os familiares para dizerem:
– “Oi querida, estou na TV”
A polícia que BRILHA na MÍDIA como SUPERSTAR não entraria noesgoto, pra não embaçar seu distintivo, mas eles sim! Neste dia o volume deágua não aparentava ter mais de 60 cm de altura. É por isto que usavam MOCHILAS. Podiamrastejar pelo esgoto levando nas costas o seu material, inclusive os fuzis. Amesma ação se deu no ALEMÃO durante a MADRUGADA, enquanto a polícia monitoravaas ENTRADAS E ESTRADAS…

Fotos: Rede Globo – G1

Qualquer um que já morou na ZONA NORTE do Rio de Janeiro, sabe queo tráfico elegia seus Vereadores e Deputados. Eles prometiam a urbanização dasfavelas (já que os anos se passavam e a população pisava nas valas de esgoto).Quando eleitos eles DOAVAM O MATERIAL DE CONSTRUÇÃO: manilhas, terra, cimentoetc., que supostamente seriam usados em regime de MULTIRÃO.
Era a estratégia do tráfico que construía rotas de fuga no subsolocom estes “donativos”. Inclusive túneis que interligavam as diversasfavelas do COMPLEXO DO ALEMÃO.
VOCÊ NUNCA JOGOU “CALL OFDUTY” nem “BAD COMPANY”? Todo o jogo de guerra tem fazes de combate NO INTERIOR das REDESDE ESGOTOS! Estes jogos são praticados on-line o dia inteiro por esta gente,através das LAN HOUSEs espalhadas pelo país!
“Se você quer saber o que elespensam, precisa vivenciar o que eles vivenciam! Ao menos saber o que eles “vivem.”

“NÓS VENCEMOS” por K.O.?
(Desistência ou ausência de oponente)
A declaração do comandante da PM não foi nada convincente. Quandoele bradou pra mídia: “NÓS VENCEMOS!” Ele praticamente ficou vesgo,demonstrando confusão mental. Ou por estar dizendo o que não acredita! Ainverdade pronunciada em voz alta, mas com ENTONAÇÃO fraca, entende isto?
Este efeito dá a impressão que a pessoa está fazendo mímica, mas avoz é dela mesma. É ela não queria dizer aquilo, e esforça-se para parecerconvincente.
A polícia entrou com FORÇA MÁXIMA e se esqueceu de usar aINTELIGÊNCIA MÁXIMA juntamente.
A estas horas o tráfico está dando gargalhadas e fazendochurrascos.
Outro grande erro do comando da PM foi avisar as técnicas deobservação comportamental do indivíduo suspeito em rede nacional! Respiração,olhar, batimentos cardíacos etc.
EU mesmo já vi um seqüestro em que um bando chegava sorrindo econversando descontraidamente, num Fiat UNO, em Cordovil. Um Chevettemarrom parou no semáforo e nele apenas o motorista. Além do Chevette e a Uno,chega um Corcel II. (todos os carros eram velhos). Quatro homens na Uno e doisno Corcel que pára atrás do Chevette. Eles estavam descontraídos e davamgargalhadas até emparelharem com o Chevette.
Lembro-me claramente que o “negão” que estava no caronado Chevette estava com o braço apoiado na porta, com o cotovelo para fora (oque eu não imaginava, acho que ninguém desconfiaria, é que a mão do mesmo braçosegurava uma pistola 9mm do exército. Quando o Chevette finalmente parou, elerapidamente deixou de sorrir, apontou uma pistola para o rosto do motorista doChevette. Deu ordem pra que ele saísse do carro, enquanto que um dos ocupantesdo banco de trás desce e leva o motorista do Chevette para dentro da Uno. Nestemomento o ocupante carona do Corcel que estava atrás, desce do carro e assume adireção do Chevette. Todos vão embora tranquilamente pela avenida Brás de Pina,sentido Penha.

Eu estava parado embaixo do semáforo esperando  a sinalizaçãoverde para a minha atravessia. Até hoje não consegui acreditar na TRANQUILIDADEda ação que presenciei! Ao todo fui vítima de 11 assaltos, mas em 3 deles, oclima era de total descontração, enquanto as vítimas estavam aterrorizadas!
Eu mesmo fui ignorado num assalto porque ria da cara dos 9assaltantes. Eles apontaram um 38 na minha cabeça e eu continuei rindo (nãodebochando, mas como se os conhecesse). Então me mandaram olhar para fora doônibus (porque um deles já começava a rir). Eu fiquei olhando para fora econtinuei rindo. Eles se irritaram um pouquinho. O bando me cercou, levou meupar de óculos, mas jogaram no piso do ônibus quando constataram que não era desol. Quando desceram, ocuparam o ônibus da frente. Em menos de 30 minutos, elesentraram no “nosso” ônibus outra vez!
Mas quando me viram, o líder disse: VOCÊ OUTRA VEZ? VAI! VAI!Ordenou ao motorista. (Domingo 19 horas em Nova Iguaçu:policiamento era ZERO)
Naquele dia eu estava com 3 mil reais no bolso (em dinheiro) e uns500 reais em cheque e uns 200 dólares. Também estava com minha noiva (na época)e tínhamos aliança de ouro e relógios que não foram levados, graças ao meuesforço para evitar que minha noiva cometesse um ato de desespero. Não melevaram nada!
Então não me convence que o bandido não tenha tranqüilidade paraser quem ele é! Até porque eles NÃO RESPEITAM A POLÍCIA que SEMPRE FOI NA bocaBUSCAR PROPINA pra comprar um franguinho pro fim de semana! E EU presencieiisto por mais de 20 anos da minha vida! Inclusive EU vi um policial dirigindouma viatura passando ao lado de um homem careca, sem camisa  que lavavaseu carro na calçada. Quando os dois carros ficam lado a lado os dois secumprimentam com um forte aperto de mão e uma grande festa!
O homem – “Fala aê cara! Beleza? Vai lá no churrasco?”
Policial – “Com certeza! Falou, a gente se vê lá!”
O homem – “Valeu!”
Outro aperto de mãos e a viatura seguem em sua”patrulha”.
AQUELE CARA NADA MAIS NADA MENOS, TINHA A SUA FOTO DIVULGADA NOFANTÁSTICO COMO BANDIDO MAIS PROCURADO DO RIO DE JANEIRO UMA SEMANA ANTES!
Atualização: 15h23min
…Mas a operação serviu pra provar POR A+B para as nossasAUTORIDADES POLÍTICAS E MILITARES, que a violência não é UMA QUESTÃO SOCIAL! Éuma questão de acabar com essa roubalheira dos cofres públicos que não deixamrecursos para mais nada neste país!
Qual a diferença dos que estão nos suntuosos palácios políticos eos que estão nos guetos e favelas vendendo drogas?
Traficante é julgado e condenado a centenas de anos de prisão, epolíticos corruptos? São condenados a “pressões” psicológicas das CPI chefiadaspor políticos que também estão envolvidos em outros casos de  corrupção.Uns foram descobertos e outros não. Mas praticamente todos são criminosos a seumodo!
Sabe por que quase nenhum político recebe uma grande condenação?Porque as CPIs terminam nos arquivos, sepultadas e caiadas? Porque os caras queestão julgando podem ser acusados pelos mesmos que estão sendo julgados! Ficamsó esperando a imprensa se distrair com algum assunto mais sensacional parasepultarem o processo arrastando-o até o esquecimento.
Não estou defendendo o traficante, mas se nossos políticos epoliciais não fossem bandidos, nossas crianças não desejariam crescer e serigual a eles! Porque bandido bom, é bandido BEM-SUCEDIDO! Só políticos epoliciais criminosos vivem vida luxuosa! Enquanto fica todo mundo espantado comaquele barraco com hidromassagem, quantos policiais com graduação de soldadonão tem uma vida melhor que esta? Quantos não desfilam de Cherokees e exibemcasas de 2, 3, 4 andares? Milhares! Todo mundo sabe disto, mas têm medo demorrer, ao denunciar. Quem vai acreditar que o policial que é um BANDIDOINFILTRADO não tem acesso aos arquivos do Disque-denúncia?

Agora você vê que uma criança de 5 anos, que vive em completoabandono, sem escolha, ou creche, os seus pais estão sem emprego e ele não temdireito aos brinquedos que aparecem na televisão, a favela castigada pelodescaso (porque são moradias irregulares). Este menino precisa de uma amostra.Uma prova de que é possível crescer e ser alguém bem sucedido! Sabe quem é estecara?
O traficante é o mais próximo dele! É a única referência visívelde sucesso! Se a polícia está na favela, dá apoio proteção e amizade, nãodemorará muito para nossos filhos sonharem ser policias e desejarem viver paramorrer garantindo a paz e a harmonia na sua amada comunidade!
Ao invés disto, os policiais ficam cobrando propina do tráfico,seduzindo as adolescentes pobres e os pais não vão denunciar por medo. Indo deloja em loja recolhendo produtos alimentícios para seu banquete, em troca desuposta proteção…
Eu fui uma destas crianças! Que acreditava na lei e na ordem!Infelizmente no quartel, fui vítima de uma fraude comandada por um capitão edois sargentos; e muito decepcionado pedi demissão.
Sem acreditar mais na justiça federal, decidi seguir a música,porque por aquele país corrupto EU NÃO MORRERIA JAMAIS!
Felizmente a idéia de instalar as UPPs está mudando grande partedeste quadro, vivido pela comunidade, mas se não instalarem uma UPP Federal nosbatalhões de polícia, vai haver apenas troca de comando no crime que já estáMAIS que organizado.
Saulo Valley
Anúncios

Autor: Saulo Valley

Jornalista da Web, repórter, escritor, poeta, radialista, cinegrafista, fotógrafo, Videoprodutor, músico, compositor, modelador 3D, Mestre de Kung Fú e instrutor de Boxe Chinês. Os fatos mais atuais sob olhar analítico do "OBSERVADOR DO MUNDO". Acesse Saulo Valley Post in http://paper.li/f-1326286418 ou http://saulovalley.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s