Saulo Valley Press

"O Observador do Mundo"

>Renato Vieira – Um coração de músico apaixonado que resiste ao descaso da profissão, causado pela pirataria.

Deixe um comentário

>

Em 1987, eu (Saulo Valley) era apenas um sonhador. Um cara com vontade de ser músico respeitado, mas não sabia por onde começar! Em busca de uma forma de me projetar diretamente do balcão da autopeças que eu trabalhava, para a vida artística! (difícil, não?)

Num belo dia, recebi naquele balcão, um rapaz muito elétrico, agitado e super ocupado. Tudo dele era imediato, porque não podia perder tempo. Tempo, realmente era dinheiro! Trazia seu Passat várias vezes para ser manutenido ou mesmo para receber novos acessórios. Foi assim que conheci Renato Vieira. Contei pra ele meu desejo de gravar um disco e ser músico profissional e que não possuía instrumento. Ele me convidou para assistir a um ensaio de sua banda e depois fui me situando com as novidades em teclado e outros instrumentos, no estúdio que mantinha no quarto de sua casa. Neste período, comprei meu primeiro teclado. CASIO CT 370 hahahaha. Era tão pequeno e as teclas
tão estreitas que para tocar precisava teclar com os dedos de lado 🙂 Mas era o que meu salário me permitia naquele momento. Não sei porque, renato me levou em sua casa e demonstrava ter grande afinidade comigo. Me mostrava todas as novidades e eu ficava babando quando o via tocar, já naquela época!

O incentivo que eu recebia dele era maior que ele mesmo pudesse imaginar! Aos poucos ele também foi conhecendo minhas composições que aos poucos iam despontando no mercado Gospel. Antenado e extremamente apaixonado pela música instrumental;
Este foi o Renato Vieira que conheci nos meus primeiros momentos de músico profissional! Na época eu já tinha um acervo de mais ou menos 500 músicas e ele gostava de ficar tocando, enquanto eu cantava minhas novas criações, lembra-se disto Renato?

Os anos se passaram e seguimos caminhos diferentes, mas não distantes. Cada um se especializou naquilo que tinha por meta desde o início.  Também nos aperfeiçoamos e crescemos. Aguentamos firme, muitas fases em que as pessoas diziam ser impossível viver de música!

  Renato construiu sua loja em Jacarépaguá e continua até hoje a atender aos músicos de todo o Brasil, sem distinção de crença, formação ou poder aquisitivo!

Ele atende pessoalmente aos músicos desesperados que chegam soluçando, por algum equipamento (ganha-pão) quebrado ou que não responde bem a suas expectativas. Renato Vieira, é um dos poucos que sobreviveram ao dilúvio de músicas no formato em MP3 da última década. O excesso de oferta gratuita, fez com que a profissão praticamente terminasse! Apenas os mais “cascudos”, apaixonados e os que tinham contratos com alguma casa de shows, emissora de TV, ou artistas de renome, mantiveram suas atividades; enquanto viam seus outros colegas entrando para o mercado formal e se misturando no meio da multidão!

 

Enquanto a Órdem dos Músicos do Brasil apresenta-se completamente inerte, o ECAD tentando sobreviver aos desejos e gritos de fechamento quase que unãnimes da comunidade musical, o Sindicato dos Músicos não consegue atrair e mobilizar os profissionais remanescentes ao “Dilúvio da Pirataria”, lá está a SOM MEXE com as portas abertas!
Enxentes, ventanias e tempestados de todos os tamanhos não conseguiram abalar o sonho, nem a esperança de ver novamente o mundo respeitando o músico profissional, como se deve respeitar!

Por detrás de sua montanha de instrumentos musicais, reparos e manuais, Renato Vieira se mantém sempre alegre; disposto a atender e ajudar a  resolver as questões mais difíceis entre o músico, seu instrumento e sua dignidade no mercado de trabalho!

Depoimento por Saulo Valley

Autor: Saulo Valley

Jornalista da Web, repórter, escritor, poeta, radialista, cinegrafista, fotógrafo, Videoprodutor, músico, compositor, modelador 3D, Mestre de Kung Fú e instrutor de Boxe Chinês. Os fatos mais atuais sob olhar analítico do "OBSERVADOR DO MUNDO". Acesse Saulo Valley Post in http://paper.li/f-1326286418 ou http://saulovalley.blogspot.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s