Saulo Valley Press

"O Observador do Mundo"

>Queimar o Alcorão não seria crime nos USA

Deixe um comentário

>

Esta polêmica começou por volta de 25 de Agosto de 2009, quando o Pastor Terry Jones lançou uma campanha publicitária do seu livro: Islam is of the Devil (O Islam é do Diabo). Na campanha incluía um site http://www.islamisofthedevil.com, e a camiseta que era vendida s US$12,00 cada. Na camiseta havia a seguinte inscrição na parte frontal:

“Eu estou, na verdade, com Dove World Outreach Center”, seguido por “Jesus disse: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vai ao Pai senão por mim”

Nas costas a inscrição: “Islam is of the Devil”(O Islam é do Diabo). Esta camiseta também gerou grande conflito em escolas públicas americanas por volta do dia 25 de Agosto de 2009. Os alunos chegaram nas escolas vestidos com a camiseta e eram obrigados a voltar pra casa, por terem violado o “Código do Distrito Escolar” que condena qualquer ação que “cause distração, perturbe o aprendizado ou gere algum tipo de ofensa aos alunos.

Em 05 de Julho deste ano, um grupo da Igreja Dove saiu às ruas pregando contra o Islam com a tal camiseta, placas e faixas. Inclusive reparem que há uma acusação contra o Presidente Barack Obama, de que ele seja mussulmano!


Também havia uma comunidade no Facebook chamada International-Burn-A-Koran-Day.
Com cerca de 2.030 seguidores.

Na porta da Igreja, instalaram várias placas, convidando a população para o evento de perseguição ao Islam; E realmente conseguiram fazer uma campanha que rápidamente chamou a atenção do MUNDO árabe.

Entre os dias 29 de Junho e 07 de Setembro, a internet e a CNN publicavam vários vídeos em entrevistas, com o Pastor Terry Jones que também gravou um vídeo para o site da sua Igreja http://www.doveworld.org convidando a todos para o evento de queima do alcorão, o chamado “Quran Burn Day”. A campanha publicitária pra vender um livro, foi um fiasco. Mas quase provocou uma guerra do mundo islãmico em peso contra os (atualmente em crise) Estados Unidos e despertou uma tensão entre Cristãos e Religiosos, que estava “adormecida” há alguns anos.

Hoje, todos as páginas “publicitárias” do Pr. Terry Jones, estão fora do ar e ele mesmo, segundo a imprensa americana, foi para Nova York pra se afastar da mídia.

CONSTITUIÇÃO AMERICANA

Existe uma LEI americana que garante que ninguém seja impedido de sua manifestação pública de opinião religiosa. No caso do Pastor Terry, que é fundamentalista, ele estaria protegido por esta emenda.

EXCESSO DE PUBLICIDADE?

No dia seguinte ao evento (Kuran Burn Day) que aconteceu, mas em muito menor escala, discute-se que a divulgação foi exagerada, visto que o Pastor Terry estava dentro da LEI.
 Dizem os especialistas no dia de hoje, que o caso dele ganhou publicidade desnecessária e que não teria causado nenhuma tensão internacional, caso fosse abafado. Na verdade, TODA a publicidade foi gerada pelo próprio Pr. Jones; Ele só não contava com o efeito colateral!

 O fato é que esta história só não levantou uma nova guerra contra os americanos, porque antes não era do conhecimento da comunidade mussulmana. Eles descobriram através da comunidade do Pr. Terry Jones no FACEBOOK e começaram a combatê-lo intensamente.

Se na época dos ataques de 11 de Setembro, esta prática tivesse sido conhecida pelo mundo slâmico, tem noção do que aconteceria aos Estados Unidos? É bem provável que tudo isso teria iniciado em função dos ataques às Torres Gêmeas, que fez com que uma multidão de americanos fossem às ruas protestar contra o Slam. Na época eram poderosos, economicamente estáveis, bem mais auto-confiantes e estavam revoltados! Determninados
segundo a própria característica do seu líder, (quase um General) George Bush.

Talvez hoje não  estivéssem chorando aperda de 3 mil, mas de 30 mil ou de 300 mil!

Então, nada mais justo que nova modificação na LEI que abra uma excessão para religiões que não sejam de origem americana. É um direito de LIBERDADE DE EXPRESSÃO que deve ser seguido pelo direito de OPÇÃO RELIGIOSA protegido pela lei que combate a DISCRIMINAÇÃO RELIGIOSA!

Todo mundo sabe que dentro do Estados Unidos vivem milhares de mussulmanos naturalizados! Embora o Brasil seja um país “atrasado” e “pequeno” (porque tem mais ladrões que gente), ainda assim, este direito de liberdade religiosa é protegido.

Vocês acham que um país que declara guerra ao TERRORISMO (que é praticado por radicais religiosos islamãmicos), declara paz com os mussulmanos (palavras de Barack Obama ” Nossa guerra não é contra o SLAM, e sim contra o TERRORISMO!”) não deveria agir rápidamente pra que esta LEI seja modificada?

Apesar de Terry jones não ter queimado os 200 exemplares do Alcorão, outros pastores o fizeram. E nada pode ser feito para reprimir estas manifestações, que não são inéditas.

Assim, com a re-edição da LEI e um sincero pedido de desculpas, “tudo”ficaria em paz outra vez. Até porque de agora em diante, o mundo Islãmico vai ficar de olho e o “DIA INTERNACIONAL DA QUEIMA DO ALCORÃO” poderá tornar-se no DIA INTERNACIONAL DA AFRONTA RELIGIOSA! OU DA “GUERRA ENTRE MUSSULMANOS E CRISTÃOS!” e esta guerra põe ISRAEL no centro do alvo.

Saulo Valley

Anúncios

Autor: Saulo Valley

Jornalista da Web, repórter, escritor, poeta, radialista, cinegrafista, fotógrafo, Videoprodutor, músico, compositor, modelador 3D, Mestre de Kung Fú e instrutor de Boxe Chinês. Os fatos mais atuais sob olhar analítico do "OBSERVADOR DO MUNDO". Acesse Saulo Valley Post in http://paper.li/f-1326286418 ou http://saulovalley.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s