>
Antigamente, tinhamos o VINIL, por muitos anos, alias, se manteve. Surgiu a pirataria e as gravadoras se sentiram prejudicadas. Derrepente a Philipps lança o primeiro Disco Laser, que mais tarde veio a se chamar Compact Disc. Sua finalidade era impedir o crescimento desenfreado da pirataria e ao mesmo tempo oferecer um produto mais resistente. A promessa era que seria à prova de choques e arranhões.

Com a proliferação da cultura do Compact Disc, o popular “CD”, a industria de eletrônicos decidiu ir mais além e lançar o gravador doméstico de CDs. Era um equipamento meio grande. Parecia mais um VideoK7 player, que tb já havia sido lançada a sua versão doméstica de gravação, que fez com que a população brasileira começasse a sentir os primeiros gostinhos das cópias não autorizadas.

A coisa foi ganhando forma. Então, com menos de dez anos, para evitar a pirataria causasse grandes prejuízos nos mercados de gravação de musica e filmes, foi criado o DVD. Este tb tinha a proposta de ser mais resistente, ter maior capacidade de armazenamento e uma qualidade quase impossível de ser superada posteriormente! As fábricas era enormes! Os equipamentos tão grandes perigosos. A operação destes equipamentos geravam inúmeras doenças caso não usassem roupas especiais. A matéria prima vinha completamente do exterior! Era um bem de consumo caro! Mas a qualidade compensava o esforço!

Mas a indústria de eletrônicos não perde a oportunidade de lucrar! Ao menor sinal positivo, seus olhos saltam da órbita e começam as especulações, até que acabam lançando no mercado os famosos GRAVADORES DOMÉSTICOS, de todas as mídias possíveis no planeta!

Atualmente mais de 90% dos CDs ou DVDs vendidos no Brasil, são piratas!
Isto quer dizer que o mercado que depende dos direitos autorais para se manter, (isso incluia a mim também) tem que divir os míseros 10% entre eles.

Trilhoes de dólares são investidos periódicamente em novas pesquisas para se produzir uma mídia nova, com qualidade incomparável e mais resistente, acima de tudo à pirataria!

Então, liderados pela SONY, o mundo dos Direitos Autorais, tem um nova arma: O BLUE RAY!
Este CD é simplesmente incrível! Eu imaginava que depois do DVD, não haveria mais nenhuma possibilidade de melhorar a qualidade de uma imagem masterizado pelos estudios de HOLLYWOOD. Lançado oficialmente no final de 2008, pela SONY INTERNACIONAL, apoiada por quase todas as companhias de Audio e Vídeo do planeta, o BLUE RAY chega caro, mas com uma grande promessa e missão.

Mas, quase que simultãneamente, a industria de eletrônicos já lançou o GRAVADOR DOMÉSTICO de BLUE RAY!
Mas agora, pouco importa. Porque a INDUSTRIA de ELETRÔNICOS agora investe nos GRAVADORES de BOLSO!

Desde que lançou o Gravador Doméstico de CDs, a industria de eletrõnicos , já lançou os MP3 Players, os Celulares que tocam, baixam MP3. O meu novo aparelho, vem com dispositivo que permite gravar a programação de uma rádio qualquer e reproduzir quando bem desejar, podendo guardar no PC via USB, que pode ser enviado pra NET…

Se estou entendendo bem o que está acontecendo, dentro de menos de 15 anos, não haverão meios de se proteger um direito autoral! Já que a Industria de Equipamentos Eletrônicos não tem limites e nunca houve um órgão que controlasse seus passos largos e gananciosos!
TUDO EM NOME DO PODER! FALA SÉRIO!

Anúncios